Pesquisa
Filtros genéricos
Filtrar por
Produtos
Páginas
Artigos
Tutoriais
Eventos
Posts

FALE COM A CONPROVE


    Software SINCRONISMO

    Software SINCRONISMO

    Ensaios automáticos da função de sincronismo (25/ RSYN).

    Categorias: ,

    Descrição

    Como testar a função de sincronismo (25) com recursos de software que facilitam e automatizam o procedimento?

    Este software realiza testes automáticos em relés de sincronismo relés multifunções que possuem a função 25. Permite que o usuário ajuste a faixa de tensão por frequência e verifique se o sincronismo é possível.

    O usuário pode configurar os testes especificando quais canais de geração são direcionados para as tensões, pode ainda habilitar condições de Pré-Simulações 1 e 2 e uma condição de Pós-Simulação. As configurações do sistema 1 e sistema 2 podem ser: monofásica – monofásica, monofásica – trifásica, trifásica – monofásica e trifásica – trifásica. Outro detalhe importante é a consideração do tempo de fechamento o disjuntor, tornando o teste mais real possível.

    Os testes realizados são: Teste de Disparo, Teste de Busca e Teste de Percurso. Para todos os testes é possível visualizar a região onde o sincronismo é permitido. Para facilitar a visualização essa região pode ser maximizada e possui ainda um botão para efeito de transparência.

    O software permite direcionar para as saídas Binárias as interfaces de comando tanto de tensão como frequência para o regulador de tensão e regulador de velocidade respectivamente.

    No teste de disparo, o usuário fixa as condições de módulo, ângulo e frequência em um determinado ponto do plano de sincronismo. A ideia é simplesmente verificar se ocorrerá ou não o sincronismo.

    O objetivo do teste de busca é encontrar a borda da região de sincronismo baseado nas atuações de frequência (sub e sobre) e tensão (sub e sobre). Para este teste o usuário pode inserir uma linha ou uma sequência de linhas. A entrada de dados são valores de tensão, frequência e ângulo. O software calcula para cada linha, baseado nos sinais de tensão e frequência, o aumento ou diminuição dos módulos dessas grandezas, a fim de encontrar o limiar entre a região de sincronismo e não sincronismo. Devem-se definir as saídas binárias para “tensão maior” (V>); “tensão menor” (V<); “frequência maior” (f>) e “frequência menor” (f<). Ao final da busca pode-se definir um intervalo de ângulo para que o software verifique o sincronismo.

    O teste de percurso tem como objetivo permitir ao usuário testar se um sistema atinge o sincronismo mesmo ocorrendo variação de tensão no tempo e/ou variação de frequência no tempo, bem como o ângulo. Define-se tensão, frequência para o sistema 1. Para o sistema 2 definem-se uma tensão, uma frequência e um ângulo inicial e final. Por fim ajustam-se os valores da variação da tensão e frequência no tempo.

    Para auxiliar na análise dos pontos testados, o usuário tem disponíveis gráficos de forma de onda, fasores e um sincronoscópio virtual.

    O Software Sincronismo

    Informação adicional

    CTC

    Avaliações

    Não há avaliações ainda.

    Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.